G2-NOVO
Concórdia

Polícia Civil investiga suposto cárcere privado em boate de Concórdia

Fato foi denunciado nos últimos dias pela vítima, na Central de Polícia Civil.

13/06/2019 10h06
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Rádio Aliança
A ocorrência foi registrada como sequestre e cárcere privado.
A ocorrência foi registrada como sequestre e cárcere privado.

A Polícia Civil de Concórdia irá investigar o que pode ser considerado um caso de cárcere privado. O fato foi denunciado nesta semana pela vítima, uma jovem de 23 anos. O local do cárcere seria uma boate.


O fato foi denunciado porque a jovem conseguiu, de acordo com ela, fugir do local. Ela relata que trabalha nessa boate e que teria solicitado a saída do estabelecimento para cuidar da mãe, que estaria com problemas de saúde. Conforme o B.O, os proprietários do local não teriam aceitado e teriam exigido uma quantia de R$ 800,00 para ela deixar o local.


Na última sexta-feira, a jovem conseguiu escapar, foi até a rodoviária comprar a passagem e fez o Boletim de Ocorrência, na Central de Polícia Civil. Ela diz que os patrões começaram a ameaçá-la no whatsapp.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.