FRANGO CHEFE BANNER
Concórdia

Recurso que contesta condenação de mulher acusada de matar a irmã em Concórdia será julgado nesta terça-feira no TJSC

Ela foi condenada pela Justiça de Concórdia ao cumprimento de 21 anos de cadeia por ter assassinado a própria irmã, Andréia de Oliveira.

15/07/2019 14h34
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
No recurso, o advogado também contesta a decisão que condenou o companheiro de Cristiane de Oliveira.
No recurso, o advogado também contesta a decisão que condenou o companheiro de Cristiane de Oliveira.

Está marcado para esta terça-feira o julgamento do recurso envolvendo Cristiane de Oliveira. Ela foi condenada pela Justiça de Concórdia ao cumprimento de 21 anos de cadeia por ter assassinado a própria irmã, Andréia de Oliveira. De acordo com o advogado Osmar Colpani, a pena mínima levada em consideração para calcular a dosimetria da pena está sendo contestada.

Ele acredita que será possível reduzir o tempo de condenação a partir de uma análise dos desembargadores. Cristiane de Oliveira foi condenada por matar a tiros a irmã, com auxílio de um menor de idade. O corpo foi abandonado na BR-153, próximo do acesso para Linha Kaiser no dia 18 de abril de 2018.

No recurso, o advogado também contesta a decisão que condenou o companheiro de Cristiane de Oliveira por tentar subornar uma testemunha de acusação. Ele foi condenado ao cumprimento de três anos e seis meses de prisão, pena que foi substituída por prestação de serviço comunitário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.