G2-NOVO
Itá

Interior de Itá receberá iluminação pública em LED

Segunda fase do projeto vai substituir mais 553 lâmpadas na cidade e no interior

12/09/2019 12h52
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Prefeitura de Itá

Nos próximos dias a Prefeitura de Itá dará inicio a troca de mais 553 lâmpadas de vapor de mercúrio e sódio – que geram maiores custos e não são tão eficientes na iluminação, pelas modernas lâmpadas de LED. Essa é a segunda fase do projeto que está modernizando a iluminação pública de Itá. Na primeira, já foram trocadas quase 700 luminárias.

Depois de concluída essa segunda fase, Itá será o primeiro município de Santa Catarina e um dos poucos do Brasil a ter a iluminação pública 100% em LED. “A novidade dessa etapa é que contemplará também o interior do município, como Adolfo Konder, Santa Cruz, Passo do Uvá e demais locais com pontos de iluminação pública regular”, pontua o Prefeito em exercício de Itá, Domingos Rodrigues dos Santos.

Os bairros da cidade que ainda não tem LED também vão ser contemplados. A modernização da iluminação pública é fruto de dois projetos da Prefeitura de Itá, aprovados no Programa de Eficiência Energética PEE CELESC/ANEEL.

 

Troca de lâmpadas

O primeiro projeto substituiu quase 700 lâmpadas de vapor de mercúrio e vapor de sódio pelas lâmpadas de LED, abrangendo cerca de 60% da cidade. Os investimentos foram de R$ 900 mil, com contrapartida do município de R$ 150 mil.

Esse segundo projeto vai trocar 553 luminárias, abrangendo o restante da cidade e os pontos de iluminação pública no interior. Serão investidos mais R$ 420 mil.

Os recursos são Programa de Eficiência Energética PEE CELESC/ANEEL. As novas lâmpadas de LED são o que existe de mais moderno em matéria de iluminação pública em todo o mundo. Elas proporcionam um enorme ganho na intensidade da iluminação, reduzem os custos de manutenção da rede e também da conta de energia do município, além de contribuírem para a preservação do meio ambiente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.