G2-NOVO
Covid-19

Diretor da JBS reitera medidas de segurança adotadas e a manutenção de agroindústrias

O diretor da JBS ainda defendeu a unificação das “regras” para o setor durante esse momento de crise

02/06/2020 15h25Atualizado há 1 mês
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
76
A região Oeste do Estado tem grande agroindústrias instaladas
A região Oeste do Estado tem grande agroindústrias instaladas

O diretor corporativo de agropecuária da JBS, José Antônio Ribas Júnior, reiterou na manhã desta terça-feira, dia 2, em entrevista ao jornalismo da Atual FM que a companhia adotou medidas de segurança sanitária semelhantes as melhorias UTIs dos Estados Unidos da América para evitar a contaminação dentro das unidades produtivas em todo o País.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus várias empresas ligadas ao setor estavam enfrentando dificuldades devido ao crescimento sensível de colaboradores positivados. Em Ipumirim, a unidade da JBS chegou a ser interditada, porém retomou nas últimas horas as suas atividades de forma normal garantindo a saúde do trabalhador, sobretudo aqueles que estão na linha de produção.

De acordo com Ribas, os colaboradores que estão na agroindústria, considerada essencial nesse período de pandemia, estão seguros no que diz respeito a questão da Covid-19. Ele afirma que foi implantado todo um aparato de equipamentos e estrutura para evitar que os trabalhadores tenham contato e mantenham o afastamento necessário.

Além disso, ele foi enfático ao dizer que é preciso continuar produzindo alimentos nesse período de crise em função da pandemia. Ou seja, a cadeia produtiva não pode parar nesse momento difícil, já que o mundo precisa de alimentar.

A região Oeste do Estado tem grande agroindústrias instaladas e todas as medidas desde o embarque no coletivo de trasporte até o fim do expediente de trabalho os colaboradores são monitorados e precisam respeitar as exigências sanitárias. O diretor da JBS ainda defendeu a unificação das “regras” para o setor durante esse momento de crise, já que cada órgão tem um entendimento sobre a situação.