G2-NOVO
Covid-19

Prefeitura de Concórdia deve contestar morte de paciente que entrou nas estatísticas de Concórdia por Covid-19

Pacheco acredita que o paciente já tinha se recuperado do novo coronavírus e acabou indo a óbito acometido pelo câncer.

10/06/2020 16h34
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
78
Até o momento o setor de saúde de Concórdia está contabilizando 11 mortes provocadas pelo novo coronavírus.
Até o momento o setor de saúde de Concórdia está contabilizando 11 mortes provocadas pelo novo coronavírus.

O prefeito Rogério Pacheco irá encaminhar nas próximas horas, através da Secretaria Municipal de Saúde, um pedido de informações à Secretaria Estadual da Saúde sobre a morte de um paciente que entrou nas estatísticas do Município provocada pela Covid-19.

De acordo com as informações trata-se da morte de um homem de 63 anos do bairro Vista Alegre. Pacheco disse que está analisando com a Secretaria Municipal de Saúde os encaminhamentos necessários para rever a contabilização desse óbito.

A morte do paciente foi registrada no dia 31 de maio, porém a contabilização ocorreu somente algumas semanas depois por parte do Governo do Estado.

O prefeito acredita que é necessário reanalisar a situação devido o paciente estar em tratamento do câncer. Ou seja, ele chegou a ser positivado para Covid-19, porém teria ficado em isolamento durante duas semanas e depois foi transferido para Seara em um hospital de longa permanência para dar prosseguimento ao tratamento do câncer.

Pacheco acredita que o paciente já tinha se recuperado do novo coronavírus e acabou indo a óbito acometido pelo câncer. Até o momento o setor de saúde de Concórdia está contabilizando 11 mortes provocadas pelo novo coronavírus.