G2-NOVO
Covid-19

Deputado Neodi Saretta lamenta transferência de paciente idosa com Covid-19 de Itapema para Concórdia

O assunto foi abordado pelo deputado Neodi Saretta (PT), que também preside a Comissão de Saúde na Alesc.

14/07/2020 22h29
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Assessoria de Comunicação
83
O deputado também falou sobre a grande preocupação com a falta de medicamentos para pacientes intubados.
O deputado também falou sobre a grande preocupação com a falta de medicamentos para pacientes intubados.

 

A transferência de uma paciente de 82 anos com coronavírus, de Itapema para Concórdia, realizada no último domingo (12),  foi tema de manifestação durante sessão na Assembléia Legislativa de Santa Catarina, nesta terça-feira (14).

 

O assunto foi abordado pelo deputado Neodi Saretta (PT), que também preside a Comissão de Saúde na Alesc.

 

Em Santa Catarina mais de 70% dos leitos destinados aos pacientes com coronavírus estão ocupados. O deputado lamentou que pacientes estão precisando ser transferidos para outras cidade por causa da falta de leitos de UTI.

 

“Houve a transferência de dois pacientes, de Tubarão e Itapema, para o hospital São Francisco de Concórdia. Espero que não precise fazer um deslocamento tão grande, por isso é fundamental ativar esses novos leitos de UTI”.

Em relação ao aumento dos leitos de UTI, Saretta informou que o Ministério da Saúde se comprometeu em encaminhar, até esta quarta-feira, 240 monitores para leitos de UTI. Esses monitores serão agregados aos respiradores para ampliar a capacidade de leitos de UTI no estado.

 

“Santa Catarina vive o pior momento da pandemia, então nós, como cidadãos, precisamos ter a consciência da gravidade que é esse aumento dos casos da doença, pois estamos com falta de medicamentos para a sedação de pacientes em UTI e altíssimo índice de ocupação de leitos de UTI. Por isso é preciso a centralização do Ministério da Saúde na compra desses medicamentos para auxiliar os Estados e para que nós possamos enfrentar esse momento de pandemia que assola nosso estado”.

O deputado também falou sobre a grande preocupação com a falta de medicamentos para pacientes intubados. Saretta relatou que a aquisição de relaxantes e sedativos para pessoas intubadas foi um dos principais assuntos discutidos durante a reunião com a Comissão de Enfrentamento à Covid-19, da Câmara Federal, juntamente com os representantes do Ministério da Saúde e do Estado.

 

“Cobramos do Governo Federal a aquisição desses medicamentos, pois há hospitais, inclusive, cancelando todo o tipo de cirurgia, principalmente pela falta de sedativos. Há dez dias os sedativos deveriam ter chegado ao estado”, disse o parlamentar.