G2-NOVO
Covid-19

Estado fala em transferência planejada após paciente viajar 500 km para ser internada em Concórdia

Os critérios técnicos e clínicos observados levam em consideração as possibilidades e leitos disponíveis.

16/07/2020 12h53
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: ND+
61
Uma mulher de 82 anos diagnosticada com Covid-19 que precisou viajar 500 quilômetros para conseguir uma vaga em UTI.
Uma mulher de 82 anos diagnosticada com Covid-19 que precisou viajar 500 quilômetros para conseguir uma vaga em UTI.

 O governo de Santa Catarina se manifestou por meio de nota sobre o caso de uma mulher de 82 anos diagnosticada com Covid-19 que precisou viajar 500 quilômetros para conseguir uma vaga em UTI. Uma situação compreensível se não fosse o fato de haver 13 leitos disponíveis próximos à cidade da paciente, que mora na Foz do Rio Itajaí.

No domingo (12), após 20 horas de espera, a Central de Regulação, ligada à Secretaria de Estado da Saúde, determinou que ela fosse levada de Itapema para Concórdia. Mesmo idosa e com histórico de outras doenças crônicas, ela fez uma viagem de aproximadamente sete horas para ter acesso ao leito de UTI.

Conforme apurado pela reportagem do nd+, naquele dia quatro vagas de terapia intensiva estavam disponíveis no Centro de Acolhimento e Tratamento do Coronavírus, em Balneário Camboriú. O local fica a apenas 13 quilômetros da cidade onde ela estava internada. No hospital Marieta Konder Bornhausen, que fica em Itajaí, a 28 km da paciente, havia outras nove.

Questionado então sobre o motivo de submeter a paciente a uma viagem tão longa, o Estado respondeu:

“A Central de Regulação trata da questão de transferência de pacientes inter hospitais de maneira planejada e coordenada com as centrais espalhadas pelo Estado. Os critérios técnicos e clínicos observados levam em consideração as possibilidades e leitos disponíveis para suprir o pleno atendimento das necessidades clínicas dos pacientes”.

Número de leitos na Foz do Rio Itajaí

Apesar do site do governo do Estado apontar a existência de 111 leitos públicos de UTI adultos na região da Foz do Vale do Itajaí, o total destinado a pacientes com a Covid-19 é outro: 76.

O Centro de Acolhimento e Tratamento do Coronavírus, em Balneário Camboriú, tem 26, dos quais 25 estão ocupados. No Marieta, em Itajaí, são 50 e apenas 10 estão livres.