G2-NOVO
Covid-19

Diretor do Presídio Regional esclarece que nenhum detento em Concórdia contraiu coronavírus

Atualmente são cerca de 230 presos recolhidos na unidade prisional de Concórdia.

20/07/2020 20h01
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
69
A intenção é afastar qualquer situação de risco, já que muitos pacientes podem não apresentar sintomas, mas estão com o vírus.
A intenção é afastar qualquer situação de risco, já que muitos pacientes podem não apresentar sintomas, mas estão com o vírus.

O diretor do Presídio Regional de Concórdia, Marcelo Lorega, disse ao jornalismo da Atual FM que nenhum detento contraiu coronavírus na unidade local e que os servidores com diagnóstico positivo foram afastados preventivamente. Os diagnósticos positivos ocorreram através dos exames rápidos feitos há alguns dias.

Lorega reiterou que todos os detentos seguem medidas de segurança sanitária rigorosas indicadas pela Secretaria Estadual de Saúde. Ele explica que os detentos ficam em celas – sem contato direto com os agentes ou familiares. Os advogados que precisam conversar com os presos usam o parlatório, ou seja, sem nenhum contato físico.

Atualmente são cerca de 230 presos recolhidos na unidade prisional de Concórdia. São presos em regime fechado e semi-aberto. Aqueles que trabalham na parte externa da unidade prisional estão usando todos os equipamentos de segurança para evitar qualquer contaminação pela Covid-19.

O controle é “rigoroso”, reitera Lorega. O diretor enfatiza também que os detentos que entram no Presídio Regional de Concórdia por determinação da Justiça ficam em uma ala de isolamento antes de terem qualquer contato com outros presos.

A intenção é afastar qualquer situação de risco, já que muitos pacientes podem não apresentar sintomas, mas estão com o vírus.