G2-NOVO
COVID-19

Morte de idoso entra nas estatísticas, mas família contesta causa provocada pela Covid-19

A família afirma que o laudo da morte consta por causas naturais. O

05/08/2020 20h27
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
227
O paciente do bairro das Nações deu entrada no Hospital São Francisco de Concórdia no dia 11 de julho com diagnóstico de comprometimento dos pulmões provocado pelo novo coronavírus.
O paciente do bairro das Nações deu entrada no Hospital São Francisco de Concórdia no dia 11 de julho com diagnóstico de comprometimento dos pulmões provocado pelo novo coronavírus.

Concórdia – A família de um homem de 85 anos – que entrou nas estatísticas de Concórdia – por morte provocada pela Covid-19, contesta a classificação da Secretaria Estadual da Saúde.

O paciente do bairro das Nações deu entrada no Hospital São Francisco de Concórdia no dia 11 de julho com diagnóstico de comprometimento dos pulmões provocado pelo novo coronavírus.

Todos os exames foram realizados e ele positivou para a doença, inclusive com a tomografia feita pela equipe da unidade de saúde.

A família não sabe como o idoso contraiu a doença, já que todos os cuidados de isolamento estavam sendo tomados com rigor. A filha conversou com a reportagem da Atual FM e disse que o idoso ficou cerca de 20 dias internado. Nesse caso, ele já havia se recuperado e recebeu alta.

Nos últimos dias, ele voltou a apresentar alguns problemas de saúde. Foi encaminhado pelos Bombeiros Voluntários ao Hospital São Francisco, porém na terça-feira, dia 4, por volta das 3h da madrugada houve a confirmação do óbito.

A família afirma que o laudo da morte consta por causas naturais. O velório foi realizado com a presença dos familiares, porém respeitando as medidas sanitária. A filha disse que a pressão arterial do idoso estava muito instável após ele ter sido internado pela segunda vez.