G2-NOVO
Polícia

URGENTE: Corpo de vendedor de automóveis é localizado com sinais de estrangulamento; suspeito está preso em Concórdia

Informações preliminares dão conta de que o corpo foi encontrado com marcas de estrangulamento.

27/08/2020 10h20
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Ronda Policial
559
Autor do homicídio está preso em Concórdia.
Autor do homicídio está preso em Concórdia.

Xanxerê – Foi confirmado por volta das 9h30 da manhã desta quinta-feira (27), a localização do corpo do vendedor xanxerense João Ricardo Arno de 35 anos.

Desaparecido deste a quarta-feira (26), o corpo do vendedor foi encontrado durante buscas realizadas em meio a uma mata nas proximidades da casa do suposto cliente de 28 anos para o qual ele teria ido demonstrar um Jetta de cor prata.

Informações preliminares dão conta de que o corpo foi encontrado com marcas de estrangulamento. O principal suspeito pela autoria do crime encontra-se detido na Delegacia de Concórdia após ter sido preso ainda na tarde da quarta-feira (26), enquanto realizava compras em uma padaria na cidade de Seara.

 

Relembre:

Seara – Foi confirmado por volta das 17h30 desta quarta-feira (26), a localização do veículo Jetta de cor prata, placas EGV 4H94. O veículo de propriedade de uma revenda de veículos de Xanxerê.

O carro foi levado pelo vendedor João Ricardo Arno de 34 anos até a cidade de Ipuaçu, ainda na manhã desta quarta para demonstração a um cliente.

No entanto, João desde então não deu mais sinal e no local indicado como sendo o endereço do suposto cliente foram encontrados apenas os óculos do xanxerense. Buscas foram realizadas pela Polícia, que através de imagens do sistema de videomonitoramento foi possível captar a imagem do carro passando por Xanxerê seguindo pela SC155, sentido à Xavantina por volta das 13 horas.

 

Por volta das 18h, os policiais militares acabaram localizando e recuperando o carro na Rua Herculano Zanuzzo, no bairro Industrial, próximo a empresa JBS, em Seara. Um homem de 28 anos que estava conduzindo o veículo foi detido e levado para a Delegacia de Polícia.