G2-NOVO
Eleições 2020

PTC vai concorrer à prefeitura de Xanxerê com chapa pura

Em sua primeira disputa, o pré-candidato ao cargo de prefeito apresenta propostas bem ousadas. Ezequiel defende o corte de 90% dos cargos comissionados e políticos dentro dos órgãos públicos

28/08/2020 14h49
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Tudo Sobre Xanxerê
110
Ezequiel Mello e Felipe Rodrigues são pre-candidatos aos cargos de prefeito e vice de Xanxerê, pelo PTC
Ezequiel Mello e Felipe Rodrigues são pre-candidatos aos cargos de prefeito e vice de Xanxerê, pelo PTC

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) deve concorrer com chapa pura à Prefeitura de Xanxerê. Com o pedreiro Ezequiel Mello como pré-candidato a prefeito e o auxiliar de eletricista Felipe Rodrigues (Lipe) ao cargo de vice - ambos que nunca concorreram a nenhuma eleição - o partido se apresenta como uma opção de renovação de nomes na política xanxerense. 

Ezequiel também é o presidente do partido no município. Segundo ele, o PTC foi criado por pessoas do meio da sociedade que desacreditaram da política tradicional, o que o levou a se apresentar como uma opção de renovação. O pré-candidato a prefeito é filho de agricultores e conta que começou sua vida profissional ainda quando era criança. Teve sua carteira de trabalho assinada aos 14 anos e, desde então, trabalhou como servente de pedreiro e pedreiro - sua profissão atual, mas também já trabalhou na rodoviária e no aeroporto de Xanxerê.

Em sua primeira disputa, o pré-candidato ao cargo de prefeito apresenta propostas bem ousadas. Ezequiel defende o corte de 90% dos cargos comissionados e políticos dentro dos órgãos públicos, a diminuição em 50% do salário do prefeito, vice-prefeito e vereadores, além da extinção do cargo de secretários, deixando somente diretores de departamento.Para se fazer obras para o povo precisa de dinheiro, esse dinheiro está indo embora na contratação de muitos cargos políticos, não sobrando dinheiro para fazer melhorias na saúde, educação, infraestrutura e lazer. Nosso maior compromisso é enxugar ao máximo a máquina pública para sobrar dinheiro para obras, pois acreditamos que obras não se fazem somente em ano eleitoral, mas tem que estar em constante construção. Uma sociedade só é forte se todos tivermos o mesmo intuito, melhorias de vida para todo um povo – afirma o pré-candidato.


A convenção vai ocorrer na próxima terça-feira (1°), quando o PTC deve definir também os nove candidatos ao cargo de vereador, até o momento o partido conta com cinco pré-candidatos ao Legislativo Municipal. A decisão de não participar de coligação, segundo o pré-candidato, é para não ter nenhum tipo de amarra política depois das eleições.

- Ressaltamos a todos que não queremos coligações partidárias com nenhum partido, não por egoísmo, não é nada disso, Mas, para se fazer alguma melhorias na vida da população, temos que enxugar a máquina pública e em uma coligação teríamos que dar cargos comissionados para partidos, não sobrando dinheiro para fazer melhorias para o povo – afirma.