G2-NOVO
Covid-19

SC registra o número mais alto de casos de Covid em 3 meses

No total, estado já tem quase 267 mil positivados.

05/11/2020 12h05
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: NSC Total
74
 taxa de ocupação geral dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está em 62,9%
taxa de ocupação geral dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está em 62,9%

Com mais de 13 mil casos ativos para coronavírus - aqueles contaminados e que ainda transmitem o vírus -, Santa Catarina registra nesta quarta-feira (4) o número mais alto de pacientes em tratamento da doença dos últimos três meses. O total chega a 13.186, segundo dados do governo estadual, e só foi superado em 1º de agosto, época em que SC passava pelo momento mais crítico da doença. 

Nesta quarta-feira também foram diagnosticados 2.814 novos pacientes, o que eleva o total de infectados pelo novo coronavírus para 266,6 mil desde o início da pandemia. Além disso, o número de mortes também cresceu e chega a 3.163. Em relação ao dia anterior, há 24 óbitos a mais, cinco deles apenas em Florianópolis. Essas últimas mortes notificadas ocorreram entre os dias 26 de outubro e quatro de novembro. 

A situação dos leitos de UTI nos hospitais catarinenses também apresentou piora em relação ao número de internados para tratamento de covid-19. Há 289 hospitalizados nas redes pública e privada, sete a mais do que no dia anterior. Em estado grave, com uso de respiradores para sobreviver, há 149 pacientes, seis a mais do que um dia antes.

A taxa de ocupação geral dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está em 62,9%. Significa que 911 leitos estão ocupados - 245 por pacientes de covid-19 e o restante por pessoas com outras doenças, pós-operados ou acidentados - e outros 538 leitos estão vagos. 

Cidades com mais casos ativos

Florianópolis e Blumenau são as duas cidades de SC com os números mais graves da pandemia, se considerada a quantidade de pacientes ativos. A Capital catarinense tem mais de 2,3 mil pacientes em tratamento e ainda capazes de transmitir o vírus, enquanto que Blumenau passou pela primeira vez dos 1 mil casos ativos.