G2-NOVO
Covid-19

Escolas de Xanxerê não retomarão atividades presenciais nesta semana

Para voltar às aulas somente se o município sair do vermelho – diz a secretária Municipal de Educação de Xanxerê e presidente do Comitê Municipal de Gerenciamento da Pandemia de Covid-19, Claudia Favero.

17/11/2020 11h59
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Tudo Sobre Xanxerê
44
Xanxerê têm 46 escolas e quase todas já mandaram para nós o plano de contingência.
Xanxerê têm 46 escolas e quase todas já mandaram para nós o plano de contingência.

O Governo do Estado de Santa Catarina publicou na sexta-feira (13) a portaria nº 875, que impede as escolas localizadas nas regiões de risco grave para Covid-19 de ofertarem atividades de apoio pedagógico presencial. Com isso, as portarias nº 853 e 854 que permitiam o retorno às aulas nessas regiões, foram revogadas. As atividades presenciais seguem mantidas nas redes públicas e privadas das regiões com risco moderado ou alto, de acordo com a Matriz de Risco do estado.

Além da posição da região na Matriz de Risco, para poderem reabrir, as instituições de ensino precisam que os seus Planos de Contingência Escolar (PlanCon) sejam homologados junto aos Comitês Municipais, conforme estabelecido na Portaria Conjunta SED/SES/DCSC nº 750. Os colégios de Xanxerê pretendiam retornar às aulas nesta semana, no entanto, o município voltou a ser classificado como risco grave de contaminação na semana retrasada, regredindo ainda para gravíssimo na última semana. 

- Xanxerê têm 46 escolas e quase todas já mandaram para nós o plano de contingência. O comitê responsável aprovou alguns, outros precisam ser analisados e outros precisam de adequações. Mas, para voltar às aulas somente se o município sair do vermelho – diz a secretária Municipal de Educação de Xanxerê e presidente do Comitê Municipal de Gerenciamento da Pandemia de Covid-19, Claudia Favero.

Os planos de contingência precisam estar dentro das diretrizes estabelecidas pelo comitê responsável. Além disso, devem mostrar como as escolas irão agir caso um aluno esteja infectado pelo novo coronavírus e como a instituição vai se portar para evitar qualquer risco de contágio e alastramento da doença.