G2-NOVO
Xanxerê

Família que perdeu casa em incêndio tem aviário invadido

Em decorrência do incêndio na casa, a família teve que se mudar para outro local e devido a isso, todos os dias vão até a propriedade para cuidar dos animais que ficaram lá, como o aviário.

25/11/2020 14h44
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Tudo Sobre Xanxerê
241
Os equipamentos utilizados no aviário e que foram levados são: fios de instalação elétrica, três motores monofásicos elétricos Schneider bc92g e uma moto-bomba usada para nebulização no aviário.
Os equipamentos utilizados no aviário e que foram levados são: fios de instalação elétrica, três motores monofásicos elétricos Schneider bc92g e uma moto-bomba usada para nebulização no aviário.

Na madrugada da última quarta-feira (18), a família Chiapinotto, que perdeu sua casa em um incêndio no último dia 10 de novembro, teve seu aviário invadido na Linha Faxinal do Irani, interior do município de Xanxerê. Henrique Chiapinotto, filho do proprietário, Eriberto Chiapinotto, foi quem constatou a ocorrência do furto.

Em decorrência do incêndio na casa, a família teve que se mudar para outro local e devido a isso, todos os dias vão até a propriedade para cuidar dos animais que ficaram lá, como o aviário. Segundo Henrique, a propriedade estava sem ninguém desde segunda-feira (16) e quando chegaram até o local na quarta, se depararam com tudo revirado.

- A gente chegou lá e se deparou com tudo jogado. O aviário e a casinha do técnico estavam com tudo revirado. A partir disso, a gente foi conferir e tinham levado todos os motores, tiraram e roubaram os fios das partes elétricas do aviário e as bombas que usamos. Estamos agora conferindo para ver se têm mais coisas que sumiram – explica.

Os equipamentos utilizados no aviário e que foram levados são: fios de instalação elétrica, três motores monofásicos elétricos Schneider bc92g e uma moto-bomba usada para nebulização no aviário. Um Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado na 4ª Cia da 4ª Região do 2º Batalhão de Polícia Militar de Xanxerê no dia 20 de novembro sobre o furto na propriedade.

(Fotos: Henrique Chiapinotto)