G2-NOVO
Polícia

Delegada que atuou em Seara é condenada a quase 3 anos de reclusão

Lívia foi condenada em duas ações. Uma ação de improbidade administrativa e em outra ação penal.

19/12/2020 18h04
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Belos Fm
230
A decisão é de primeira instância e ainda cabe recurso.
A decisão é de primeira instância e ainda cabe recurso.

A delegada Lívia Marques da Motta, que atou em Seara em 2018, foi condenada pela justiça de Seara em despacho do juiz Douglas Cristian Fontana no fim da tarde desta sexta-feira, 18.

Lívia foi condenada em duas ações. Uma ação de improbidade administrativa e em outra ação penal.

Na ação de improbidade administrativa ela foi condenada a perda do cargo, ao pagamento de multa no valor de três vezes o seu salário de quando aconteceu o fato e a suspensão dos direitos políticos por três anos. A delegada foi condenada por deixar de lavrar um auto de prisão em flagrante em novembro de 2018. Ela não estava na delegacia para realizar a prisão de um homem que descumpriu uma medida protetiva. Por telefone, ela arbitrou uma fiança, o que não é de competência dela.

Já na ação penal Lívia Marques da Motta foi condenada a pena privativa de liberdade de 2 anos, 8 meses e 20 dias de reclusão e mais 4 meses de detenção a ser cumprida no regime semi-aberto. Foi condenada ainda ao pagamento de 48 dias-multa no valor de um salário mínimo da época dos fatos.

 

A delegada Lívia Marques da Motta já havia sido condenada em agosto deste ano da Comarca de Jaraguá do Sul.