G2-NOVO
COVID-19

Polícia Militar e Bombeiros intensificam fiscalização em Concórdia

O decreto estabelece que as medidas sejam cumpridas até a quarta-feira, dia 3.

27/02/2021 11h42
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual FM
52
Nos últimos dias em Concórdia um homem foi condenado pela Justiça a pena de 1 mês e 20 dias de detenção, e mais o pagamento de multa, por não usar máscara e via pública.
Nos últimos dias em Concórdia um homem foi condenado pela Justiça a pena de 1 mês e 20 dias de detenção, e mais o pagamento de multa, por não usar máscara e via pública.

A Polícia Militar de Concórdia iniciou na noite desta sexta-feira, dia 27, a força-tarefa que vai intensificar a fiscalização do decreto estadual e municipal de enfrentamento ao Coronavírus em toda a região do Alto Uruguai Catarinense. A equipe contou com o incremento de quatro novos policiais cedidos pelo Governo de Santa Catarina. 

 

Na sexta-feira, o prefeito de Concórdia Rogério Pacheco determinou novas medidas para tentar diminuir a onda de contágio na pandemia. Com isso, foi estabelecido um confinamento parcial da população e o fechamento do comércio considerado não essencial. O decreto estabelece que as medidas sejam cumpridas até a quarta-feira, dia 3.

 

Desde às 18h desta sexta-feira a força-tarefa está com a fiscalização intensificada principalmente no que se refere a aglomeração de pessoas e o não uso dos itens de cuidados básicos, como máscara e álcool gel. Nos últimos dias em Concórdia um homem foi condenado pela Justiça a pena de 1 mês e 20 dias de detenção, e mais o pagamento de multa, por não usar máscara e via pública.