G2-NOVO
Covid-19

URGENTE: nota do HSF indica agravamento da situação da Covid e falta de leitos para atender a população de Concórdia

Hoje um homem morreu por falta de leitos em Concórdia

03/03/2021 16h13
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
239
A nota foi disponibilizada na tarde desta quarta-feira, dia 3.
A nota foi disponibilizada na tarde desta quarta-feira, dia 3.

 O Hospital São Francisco de Concórdia diante das suas limitações de atendimento de pacientes com Covid-19 e a lotação completa de leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) divulgou um nota de esclarecimento à população regional sobre o seu atendimento.

A nota foi disponibilizada na tarde desta quarta-feira, dia 3.

De acordo com o comunicado, a unidade não tem mais como ampliar os leitos para atendimento de pacientes do novo coronavírus. Atualmente são 105 internados no Hospital São Francisco, sendo 85 na ala da enfermaria e mais 20 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Nesse sentido, o Hospital São Francisco através da sua direção reitera que não tem mais condições de aumentar o número de leitos para atendimento e o sistema ainda não entrou em colapso devido a transferência de pacientes para outras unidades da região de menor complexidade, que também já não podem mais receber novos pacientes.

Nesse momento, a unidade lembra que está com dificuldades de contratar funcionários para garantir novos que as atividades sejam ampliadas e talvez até suspensas em alguns momento pela falta de profissionais. Por isso, a abertura de novos leitos também fica mais difícil e complicado.

Nas últimas horas o Hospital São Francisco em contato com a Prefeitura de Concórdia disponibilizou o espaço do auditório da unidade de saúde para a viabilização de 20 leitos de enfermaria.

Entretanto, o atendimento teria de ser feito a partir dos recursos materiais e humano próprios, já que o hospital opera no limite com os colaboradores.

A nota esclarece ainda que a situação poderá ficar ainda mais grave do que atual, já que vários servidores do Hospital São Francisco não foram imunizados com a vacina contra a Covid-19. Isso, segundo a direção poderá comprometer a força de trabalho.

Até o momento, apenas dois servidores públicos chegaram a ser cedidos à unidade de saúde nos últimos dias para atendimento da população que precisa do Hospital São Francisco.

ABAIXO A NOTA NA INTEGRA