G2-NOVO
Covid-19

Medidas para conter o avanço da doença não surtiram o efeito esperado

A situação pode ser preocupante uma vez que tem o Feriadão de Páscoa no começo do próximo mês

24/03/2021 11h55
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Rádio Aliança
64
Recentemente houve flexibilizações nos decretos estadual e municipais, após a forte onda da doença que acometeu toda a região Oeste e se espalhou pelo Estado.
Recentemente houve flexibilizações nos decretos estadual e municipais, após a forte onda da doença que acometeu toda a região Oeste e se espalhou pelo Estado.

As medidas contingenciais anunciadas até o momento não surtiram efeitos práticos para a tão esperada diminuição de internações de pacientes com coronavírus no Hospital São Francisco de Concórdia. A informação é do corpo clínico da unidade hospitalar, que está na linha de frente. Recentemente houve flexibilizações nos decretos estadual e municipais, após a forte onda da doença que acometeu toda a região Oeste e se espalhou pelo Estado.

 

No boletim divulgado na segunda-feira, dia 22, o Hospital São Francisco estava 124 pacientes com suspeita ou confirmados com coronavírus. Desses, 20 estão na UTI e 104 em enfermaria. Lembrando que o HSF havia disponibilizado 105 leitos na ala covid, entre UTI e enfermaria. Além desses, Dezenove pessoas estão na fila de espera por internação. 

 

A médica infectologista do Hospital São Francisco, Clarissa Guedes, em entrevista ao Canal 101 da segunda-feira, dia 22, falou que é preciso mais restrições e isolamento social. A situação pode ser preocupante uma vez que tem o Feriadão de Páscoa no começo do próximo mês