G2-NOVO
COVID-19

Força-Tarefa fecha dois estabelecimentos por descumprimento do decreto.

A equipe que atua com a Força-Tarefa em Xanxerê, fechou dois estabelecimentos entre a noite desta quinta-feira (25) e madrugada de sexta-feira (26).

26/03/2021 12h34
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Prefeitura de Xanxerê
128
Importante destacar que em Xanxerê os bares podem ficar abertos até às 22 horas, mas o decreto do Governo do Estado proíbe o consumo de bebidas alcoólicas após às 18 horas.
Importante destacar que em Xanxerê os bares podem ficar abertos até às 22 horas, mas o decreto do Governo do Estado proíbe o consumo de bebidas alcoólicas após às 18 horas.

 

A equipe que atua com a Força-Tarefa em Xanxerê, fechou dois estabelecimentos entre a noite desta quinta-feira (25) e madrugada de sexta-feira (26) por descumprimento dos decretos vigentes.

De acordo com o Coordenador Municipal da Defesa Civil, Ronaldo Luzzi, o primeiro estabelecimento fechado foi um bar no centro da cidade por volta das 21h30 por aglomeração, consumo de bebida alcoólica e não uso de máscaras.

Importante destacar que em Xanxerê os bares podem ficar abertos até às 22 horas, mas o decreto do Governo do Estado proíbe o consumo de bebidas alcoólicas após às 18 horas, o qual deve ser seguido.

Segundo Luzzi, ao perceber a chegada da fiscalização, algumas pessoas até colocaram as máscaras. O local foi autuado por aglomeração e descumprimento do decreto estadual que proíbe o consumo de bebida alcoólica após às 18 horas. Além disso, as pessoas foram notificadas pelo não uso de máscaras.

E por volta da 1 hora da madrugada desta sexta-feira a equipe foi chamada para auxiliar a Polícia Militar em uma ocorrência em um bar no bairro São Romero, que ainda estava aberto, descumprindo o decreto que estabelece que podem permanecer abertos até às 22 horas.

Além disso, havia aglomeração, consumo de bebidas alcoólicas e presença de menores no local. Também foi feito um Termo Circunstanciado pelo não uso de máscaras e pelo não cumprimento do decreto em relação ao horário e consumo de bebidas alcoólicas.

 

Os dois estabelecimentos foram fechados por sete dias. Atuaram na Força-Tarefa Polícia Militar, Defesa Civil, Vigilância Sanitária e o Conselho Tutelar.