G2-NOVO
Economia

CRISE: Empresários irão pedir apoio do prefeito de Concórdia Rogério Pacheco e deputados para flexibilizar decreto estadual

Nos últimos meses – com as novas restrições – os estabelecimentos do ramo tiveram queda de 80% no faturamento.

26/03/2021 14h10Atualizado há 2 semanas
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
52
. Caso as medidas não sejam flexibilizadas, muitas empresas irão ter de fechar as portas e demitir colaboradores.
. Caso as medidas não sejam flexibilizadas, muitas empresas irão ter de fechar as portas e demitir colaboradores.

Os empresários do ramo de bares e restaurantes decidiram de forma conjunta com apoio de algumas entidades de Concórdia encaminhar ofício ao prefeito Rogério Pacheco e deputados estaduais pedindo apoio para que seja flexibilizado o decreto estadual que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas despois das 18h nos estabelecimentos comerciais.

A reunião foi concluída por volta das 17h na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas. De acordo com as informações, os empresários querem o envolvimento das autoridades políticas visando convencer o Estado a liberar pelo menos o consumo de bebidas nesse período vedado pela legislação estadual.

Nas últimas horas o empresário André Lazarin, da Casa do Malte, disse que essa proibição está prejudicando vários estabelecimentos comerciais. Ele também ressaltou que todos sabem das dificuldades sanitárias que a região passa, mas respeitando as regras do afastamento social, uso de máscara e álcool em gel, é possível garantir um atendimento seguro aos clientes.

Nos últimos meses – com as novas restrições – os estabelecimentos do ramo tiveram queda de 80% no faturamento. Caso as medidas não sejam flexibilizadas, muitas empresas irão ter de fechar as portas e demitir colaboradores.