G2-NOVO
Polícia

Homem condenado por latrocínio é colocado em prisão domiciliar

Pedido foi feito pela defesa e aceito pela Justiça

13/04/2021 14h13
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
135
O réu em questão havia sido condenado em 2017 ao cumprimento de 21 anos de cadeia.
O réu em questão havia sido condenado em 2017 ao cumprimento de 21 anos de cadeia.

Concórdia – Um dos envolvidos no latrocínio de Almir Norato do Amaral e que estava recolhido no sistema penitenciário de Santa Catarina foi beneficiado nesta semana com a prisão domiciliar. O pedido foi feito pelo advogado Leandro Bernardi.

O réu em questão havia sido condenado em 2017 ao cumprimento de 21 anos de cadeia. Na época, três pessoas foram indiciadas pelo homicídio que teria sido motivado pelo roubo da caminhonete da vítima. O crime aconteceu no ano de 2011.

De acordo com as informações, o corpo da vítima foi encontrado no município de Erechim. De acordo com a Polícia Civil, na época, Almir teria sido morto em Concórdia e o corpo colocado dentro de uma caixa de papelão e abandonado próximo a Erechim, no Rio Grande do Sul.