G2-NOVO
Polícia

MPSC denuncia grupo concordiense por associação criminosa, estelionato e lavagem de dinheiro em transações imobiliárias

Estima-se que os quatro envolvidos tenham movimentado valores na ordem de R$ 100 milhões.

20/04/2021 11h39
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
61
 O caso tramita na Vara Criminal e o processo está em segredo de Justiça.
O caso tramita na Vara Criminal e o processo está em segredo de Justiça.

Um grupo de quatro pessoas foi denunciado pelo Ministério Público de Concórdia pelos crimes de associação criminosa, estelionato e lavagem de dinheiro em transações imobiliárias. Os casos teriam sido registrados entre 2011 e 2014 no município de Concórdia. Estima-se que os quatro envolvidos tenham movimentado valores na ordem de R$ 100 milhões. 

A prática, segundo consta na denúncia, consistia na venda de um mesmo imóvel para vários compradores. Em algumas situações, o pagamento era realizado com cheques que não poderiam ser compensados pelas vítimas. O Ministério Público apurou que, de posse dos valores, o grupo promovia o “branqueamento” dos recursos financeiros ilícitos.

Para isso, eram utilizadas contas em instituições financeiras onde os envolvidos enviavam e recebiam, entre todos, os valores ilícitos. Essa prática acabava por neutralizar a origem fraudulenta dos recursos. Além disso, o grupo iniciava uma série de movimentações bancárias para ocultar a natureza, origem e localização, convertendo assim em ativos lícitos. Na investigação apurou-se que houve mais de 11 mil transações.  O caso tramita na Vara Criminal e o processo está em segredo de Justiça.