G2-NOVO
Polícia

MP oferece denúncia a homem que que cometeu homicídio brutalmente em Concórdia

O autor vai responder por crime de homicídio qualificado por motivo torpe, emprego de meio cruel e utilizando de recurso que dificultou a defesa da vítima.

13/05/2021 18h11
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
109
Se condenado, o acusado poderá pegar uma pena de até 17 anos de cadeia.
Se condenado, o acusado poderá pegar uma pena de até 17 anos de cadeia.

 O Ministério Público Criminal da Comarca de Concórdia, por meio do promotor João Paulo de Andrade, ofereceu a denúncia contra o autor de um homicídio brutal praticado contra um homem na Rua Tancredo Neves no último dia 3. O autor vai responder por crime de homicídio qualificado por motivo torpe, emprego de meio cruel e utilizando de recurso que dificultou a defesa da vítima. Responde ainda por corrupção de menores, uma vez que um adolescente também está envolvido. Na denúncia consta que a vítima foi atingida por 24 golpes de facão.

No dia dos fatos, o autor, acompanhado do adolescente, foram até a casa da ex-companheira por três vezes. Por volta das 19h30, ele chegou no imóvel e partiu contra a vítima que, embora tenha tentado se defender, não resistiu aos ferimentos. Tanto o autor quanto o menor de idade estavam armados com facão. O crime já vinha sendo planejado, uma vez que os envolvidos chegaram de moto e a deixaram estacionada às margens da Rua Tancredo Neves, com chave na ignição e luzes acesas, para facilitar a fuga.   

Consta na denúncia que o crime foi motivado pelo sentimento de ciúmes, já que a vítima estava namorando com a ex-companheira do autor. Do momento da chegada até o crime propriamente dito, foram menos de 5 minutos. O suspeito segue preso e o Ministério Público pediu a conversão da prisão temporária em preventiva. Se condenado, o acusado poderá pegar uma pena de até 17 anos de cadeia.