G2-NOVO
COVID-19

Santa Catarina decide começar vacinação contra a covid por faixa etária

De acordo com documento elaborado na reunião, deverá ser seguido o critério de priorização segundo faixa etária.

03/06/2021 09h59
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Michel Teixeira Notícias
397
A possibilidade é que a partir desta sexta-feira já tenhamos uma regra geral para Santa Catarina.
A possibilidade é que a partir desta sexta-feira já tenhamos uma regra geral para Santa Catarina.

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) definiu nesta quarta-feira (02), os critérios para a vacinação por faixa etária.

Haverá um compartilhamento de doses entre grupos prioritários e a população em geral, a partir das próximas entregas de remessas de doses de vacina contra Covid-19.

De acordo com documento elaborado na reunião, deverá ser seguido o critério de priorização segundo faixa etária, iniciando das faixas etárias maiores para as menores.

Os municípios que forem completando os grupos prioritários, constante no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), poderão avançar na vacinação por grupos etários conforme os critérios estabelecidos.

Grupos por faixa etária

 – 55 a 59 anos,

– 50 a 54 anos,

 – 45 a 49 anos,

 – 40 a 44 anos,

– 35 a 39 anos,

– 30 a 34 anos,

 – 25 a 29 anos,

– 18 a 24 anos.

A população deverá apresentar documento com foto, CPF ou Cartão SUS.

Critérios de vacinação foram definidos em reunião entre a Comissão e os representantes das secretarias municipais de todo o Estado de Santa Catarina. A ata da reunião ainda será publicada.

Necessidade de flexibilização

 Em entrevista ao SCC Meio-Dia desta quarta-feira (02), André Motta Ribeiro, secretário Estadual de Saúde, afirmou que a ideia da vacinação por faixa etária, que vai além das já estipuladas pelo Plano Nacional de Imunização quanto aos grupos prioritários, foi levada ao Conselho Tripartite, a CIT, na semana passada pela Secretaria de Saúde de Santa Catarina e já foi obtido parecer favorável por parte do COSEMS, secretários municipais e outros secretários estaduais.

“Observamos a necessidade, na CIT, de uma flexibilização no Fórum Estadual. A reunião desta quarta-feira debaterá os critérios dessa vacinação.

Não estão sendo discutidos os grupos prioritários, pois eles já estão claros no PNI. O que está sendo levado para a discussão é o quanto iremos avançar nas faixas etárias, quais os percentuais para cada caso.

A possibilidade é que a partir desta sexta-feira já tenhamos uma regra geral para Santa Catarina, neste sentido”, resumiu o secretário André Motta Ribeiro.