G2-NOVO
Polícia

Justiça de Concórdia marca para 27 de julho julgamento popular para autor de tentativa de homicídio contra Ingra Ohana

Ela ficou internada entre a vida e a morte no Hospital São Francisco.

09/06/2021 14h49
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual FM
161
Ingra teve cortes profundos próximo ao pescoço e tórax. Ela estava na calçada quando o ex-companheiro investiu com uma faca.
Ingra teve cortes profundos próximo ao pescoço e tórax. Ela estava na calçada quando o ex-companheiro investiu com uma faca.

A Justiça da Comarca de Concórdia marcou para o dia 27 de julho, a partir das 9h, o júri popular para Maico Cavallier. Ele é acusado de tentativa de homicídio qualificado contra Ingra Ohana de Vargas. 

Cavallieri é ex-marido da vítima e acusado de desferir ao menos 23 facadas contra Ingra.

O crime, que teve motivação passional, aconteceu na área central de Concórdia em frente a filha do casal. Em entrevista à emissora depois de receber alta médica, Ingra reiterou que por diversas vezes fez registro de ocorrência policial contra o ex-companheiro que não concordava com o fim do relacionamento depois de quase uma década.

Eles estavam separados há cerca de um ano.

A vítima foi atingida em várias partes do corpo e por detalhe não morreu.

Ingra teve cortes profundos próximo ao pescoço e tórax. Ela estava na calçada quando o ex-companheiro investiu com uma faca. Ele segue recolhido no Presídio Regional de Concórdia aguardando os desdobramentos do processo.