G2-NOVO
Polícia

Justiça amplia pena para Maico Cavallieri, acusado de tentar matar a Ingra Ohana de Vargas

Maico Cavallieri, está recolhido no Presídio Regional de Concórdia. O autor do crime desferiu pelo menos 23 facadas contra a vítima

04/08/2021 13h27
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Atual Fm
186
A tentativa de homicídio qualificado contra Ingra Ohana de Vargas, foi registrada no dia 4 de fevereiro de 2020.
A tentativa de homicídio qualificado contra Ingra Ohana de Vargas, foi registrada no dia 4 de fevereiro de 2020.

 A Justiça da Comarca de Concórdia ampliou a pena de Maico Cavallieri, acusado de tentativa de homicídio contra a ex-companheira e julgado através de Júri população na semana passada no Fórum da Comarca.

 

O Ministério Público, através do promotor Luis Otávio Tonial, ingressou com um recurso – logo depois da sentença final em Concórdia e garantiu que o magistrado reanalisasse a soma da pena final. Com isso, a condenação final que era de 11 anos e oito meses, passou a ser de 14 anos de prisão em regime inicialmente fechado.

 

A tentativa de homicídio qualificado contra Ingra Ohana de Vargas, foi registrada no dia 4 de fevereiro de 2020. Maico Cavallieri, está recolhido no Presídio Regional de Concórdia. O autor do crime desferiu pelo menos 23 facadas contra a vítima na Rua do Comércio, centro de Concórdia, quando ela saia de um estabelecimento comercial.

 

RECURSO DA DEFESA

 

O advogado de defesa já ingressou com recurso junto ao Tribunal de Justiça em Florianópolis na tentativa de reduzir a pena imposta pela Justiça em Concórdia. O processo deve seguir a tramitação normal e o réu terá que continuar aguardando o novo julgamento de recurso cumprindo a pena imposta pela Justiça de Comarca de Concórdia.