G2-NOVO
COVID-19

Prefeitura de Concórdia faz alerta para variante Delta

Pelo menos 20 municípios do Estado já registraram casos, o que requer vigilância permanente

16/08/2021 17h13
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Prefeitura de Concórdia
57
Até o dia 10 de agosto, 36 casos desta variante foram identificados em 20 municípios e, as evidências apontam para um risco de disseminação desta nova variante.
Até o dia 10 de agosto, 36 casos desta variante foram identificados em 20 municípios e, as evidências apontam para um risco de disseminação desta nova variante.

A Secretaria Municipal da Saúde de Concórdia está compartilhando com a população uma Nota de Alerta, recebida da Superintendência de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde, sobre a necessidade do fortalecimento das medidas de prevenção ao coronavírus, diante da identificação da variante Delta, no Estado.

Até o dia 10 de agosto, 36 casos desta variante foram identificados em 20 municípios e, as evidências apontam para um risco de disseminação desta nova variante.

A Organização Municipal da Saúde - OMS, já emitiu um alerta de que a Delta abre a possibilidade de um aumento substancial dos casos e, consequentemente, um risco de saturação do sistema de saúde. 

Pesquisadores ligados à OMS apontaram que a variante Delta é cerca de 97% mais transmissível do que o coronavírus original identificado na China em 2019.

Ainda os estudos observaram que há uma transmissibilidade maior entre os indivíduos não vacinados e os que receberam apenas a primeira dose.

Portanto, todo o cuidado empregado no enfrentamento da Covid-19 ainda é necessário, uma vez que um dos casos confirmados foi muito próximo, na cidade de Chapecó, há cerca de uma semana.

Membros do Poder Público, Vigilância Sanitária, Defesa Civil e forças de segurança e salvamento, que fazem parte da força-tarefa de enfrentamento em Concórdia estiveram reunidos no último dia 12, para discutir as estratégias de prevenção para impedir que os casos aumentem pela ameaça desta variante. 

A secretária de Saúde, Leide Mara Bender, explica que os cuidados são os mesmos já recomendados desde o início da pandemia. “A prevenção é muito importante e continua sendo a mesma de sempre: distanciamento, uso de máscara e álcool gel.

O mais importante é conscientizar a população de que a pandemia não acabou e que os cuidados devem ser mantidos. Assim que chegar sua vez de vacinar, faça a imunização”, reforçou a secretária de Saúde.