G2-NOVO
Esportes

Concórdia encaminha pedido para sediar os Joguinhos Abertos de SC

Competição pode trazer cerca de três mil atletas no mês de novembro

30/08/2021 11h48
Por: Diego Salmon Franke
Fonte: Prefeitura de Concórdia
171
O prefeito Rogério Pacheco destaca que com esta busca o município se fortalece na busca para sediar uma das edições dos Jogos Abertos em 2023 ou 2024, pedido já manifestado publicamente, cabendo a decisão futura ao Conselho Estadual de Desporto. Crédito da FOTO: Francisco Deoclécio Maciel Ribeiro
O prefeito Rogério Pacheco destaca que com esta busca o município se fortalece na busca para sediar uma das edições dos Jogos Abertos em 2023 ou 2024, pedido já manifestado publicamente, cabendo a decisão futura ao Conselho Estadual de Desporto. Crédito da FOTO: Francisco Deoclécio Maciel Ribeiro

O município de Concórdia está encaminhando expediente à Fesporte, se colocando à disposição para sediar a etapa estadual dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. O evento inicialmente estava agendado para a cidade de Videira, que desistiu nos últimos dias.

O secretário de Desporto e Cultura, Alexandre Schneider, ressalta que Concórdia tem todas as condições estruturais para sediar os joguinhos. A competição reúne atletas com faixa etária até 19 anos e está no calendário prevista para acontecer de 11 a 19 de novembro.

O prefeito Rogério Pacheco destaca que com esta busca o município se fortalece na busca para sediar uma das edições dos Jogos Abertos em 2023 ou 2024, pedido já manifestado publicamente, cabendo a decisão futura ao Conselho Estadual de Desporto. "Além disso, teremos um incremento na economia local, pois os atletas ficarão em hotéis do nosso município", comenta.

Alexandre Schneider esteve reunido com o presidente da Fesporte, Kelvin Soares, no último sábado, em Lages, e este informou que até o início da próxima semana o Governo do Estado irá decidir sobre o pedido. Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina envolvem cerca de três mil pessoas e se confirmados, serão realizados seguindo todas as portarias sanitárias vigentes em relação à Covid-19.